Criada depois do Brasil ter declarado guerra as Potências do Eixo, a Força Expedicionária Brasileira fez até a cobra fumar.

Caso você não esteja entendendo absolutamente nada, pode ficar tranquilo, você está no lugar certo.

Continue a leitura do conteúdo para entender o que foi a FEB, como ela foi formada, e o que ela fez pelo Brasil e o mundo em sua atuação.

Vamos lá?!

O que foi a FEB – Força Expedicionária Brasileira?

Soldados Da Força Expedicionária Brasileira

A Força Expedicionária Brasileira foi um grupo militar do Brasil que entrou e participou entre os anos de 1944 e 1945 da 2ª Guerra Mundial, atuando principalmente em batalhas na Itália.

Os participantes da FEB receberam formação do governo norte americano, onde nossos oficiais foram treinados em Fort Leavenworth, localizado no estado do Kansas.

A criação da FEB marca em definitivo a mudança das alianças políticas do Brasil dentro do período, considerando que no início da Segunda Guerra Mundial o país, comandado por Getúlio Vargas, era parcialmente aliado e a favor do Nazismo.

Porém, já no início de 1940 o Brasil estabelece diversos tipos de alianças políticas e econômicas com os Estados Unidos da América, e sua aproximação com um dos Aliados faz com que o Eixo Nazista tome novas medidas contra o Brasil.

Como a FEB foi formada?

A Força Expedicionária Brasileira foi oficialmente criada em 9 de agosto do ano de 1943, tendo a Portaria Ministerial de número 4744 como base legal para a sua criação

A mesma vem como uma das ações resposta do Estado Novo, liderado por Getúlio Vargas, que havia declarado guerra ao Eixo Nazista no mês de agosto do ano de 1942.

Essa declaração veio logo depois dos nazistas atacarem Navios Mercantes do Brasil, num processo onde submarinos alemães atacaram 6 navios que estavam na costa do Recife entre 5 e 17 de agosto do ano de 1942.

O ataque trouxe não apenas grandes prejuízos financeiros, como a morte de centenas de pessoas inocentes, alheias aos procedimentos envolvendo a Segunda Guerra Mundial.

Por isso o governo brasileiro decidiu primeiro por declarar guerra ao Nazismo e se aliar aos Estados Unidos da América e Aliados, e depois organizar a FEB e assim mandar oficiais brasileiros para contribuir com a guerra.

Símbolo e Slogan chamativos

FEB – Cobra Fumando

Mesmo com toda organização e procedimentos realizados, havia muita desconfiança e descrença da população brasileira de que soldados e oficiais da região iriam mesmo para a Europa se juntar aos Aliados e combater o Nazismo.

Haviam, inclusive, ditados populares, que diziam que isso aconteceria “só se a cobra fumasse”, dentre outras frases feitas em forma de chacota da atuação do país.

Por isso, quando a Força Expedicionária Brasileira foi criada, adotou-se como símbolo da mesma uma cobra fumando, num logotipo todo em amarelo, revestido por uma linha vermelha, com a palavra Brasil em branco sobre uma base azul, e uma cobra verde fumando um cachimbo!

Com o símbolo, os oficiais, e o próprio governo brasileiro, praticamente mandaram a mensagem de que a “cobra ia fumar”, e assim usaram ao seu favor a descrença popular da época.

Quem foram os “pracinhas”?

Os Pracinhas

Pracinhas foi o nome denominado para os quase 26 mil soldados que o governo brasileiro mandou para a Itália, juntamente com o grupo norte americano e francês, para combater o Nazismo nas terras comandadas por Mussolini

Importante ressaltar alguns pontos a respeito da composição do grupo brasileiro que formou a FEB, como:

  • Haviam diversos soldados e oficiais de artilharia, responsáveis pelo manuseio de armas diversas
  • A equipe também tinha engenheiros, que poderiam auxiliar em dificuldades técnicas dos equipamentos, ou mesmo na organização de estratégias e planos.
  • Trabalhadores da área da saúde também faziam parte da FEB, já que na própria Segunda Guerra os centros médicos instalados próximos aos campos de batalhas eram essenciais para salvar vidas.
  • Até mesmo funcionários do Banco do Brasil fizeram parte das comitivas da FEB, sendo essenciais para realizar os pagamentos dos soldados brasileiros.

A Força Expedicionária Brasileira era ainda formada por três grupos distintos, de soldados e oficiais, que treinaram em regiões diferenciadas do Brasil, sendo:

  • Rio de Janeiro, com o 1º Regimento.
  • São Paulo, com o 6º Regimento de Caçapava.
  • Minas Gerais, com o 11º Regimento de São João del Rei.

O envio desses soldados à Europa aconteceu em grupos e períodos distintos, sem data definida, para assim evitar surpresas e boicotes por parte dos Nazistas, já que se sabia que os mesmos mantinham espiões em território brasileiro.

Participação da FEB na 2ª Guerra Mundial

Pracinhas na 2° Guerra Mundial

A participação dos pracinhas na Segunda Guerra Mundial aconteceu na Itália, auxiliando os Aliados a retomarem o poder da região.

As primeiras atividades envolveram a retomada de um vale, localizado no rio Serchio, em ações realizadas no mês de setembro do ano de 1944, libertando diversas regiões italianas, como Monte Prano.

As atividades mais intensas envolveram os trabalhos para retomar o controle do Monte Castelo, localizado em Gaggio Montano. Embora os Aliados, auxiliados pela FEB, tenham saído vitoriosos, a batalha foi complexa e trouxe grandes perdas.

A batalha foi longa, acontecendo entre 24 de novembro de 1944 e 21 de fevereiro de 1945, e por ter acontecido no inverno europeu, o frio trouxe grandes problemas aos pracinhas, que tiveram de resistir a temperaturas estimadas em -20ºC.

A atuação da FEB se encerrou na batalha de Montese, onde diversos oficiais importantes da frente alemã e italiana foram capturados.

Ao todo, a FEB perdeu duas mil vidas no período de incursão a Itália, tendo ainda ao menos 12 mil soldados e oficiais que retornaram ao Brasil com mutilações pelo corpo, bem como problemas psicológicos e financeiros.

Conclusão: A FEB cumpriu sua missão!

Levando parte do Brasil para ajudar numa das Guerras mais sangrentas e horrendas que a humanidade presenciou.

Porém, há um sentimento de que o país poderia ter feito mais para proteger seus soldados, considerando que muitos sofreram bastante em suas vidas com os efeitos que uma Guerra é capaz de trazer às pessoas!

Gostou deste artigo? Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter. Desse jeito você vai receber as nossas novidades diretamente na caixa de entrada do seu email!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s